quarta-feira, 27 de abril de 2011

PROJETO CÂNDIDO PORTINARI





Conhecer as obras do  artista  a diversidade cultural e étnica do povo brasileiro, a problemática social, entre outros., este artista passou por fases evolutivas, tais como, natureza-morta, paisagem e figura humana durante as décadas 30 a 50 do século passado, trabalhos estes que irão ampliar a compreensão estética dos alunos.
. Esta abordagem estética conduzirá uma ponte para uma releitura dos personagens trabalhados no projeto com material diferenciado das telas de Portinari, neste caso, por meio de argila, material o. Dessa forma, os alunos irão compreender e valorizar a Arte em suas variações e regionalidade. Pois o olhar e criticidade da realidade são expressos de várias formas e materiais, os quais não são melhores e nem piores, mas diferentes em suas particularidades.
Neste sentido, este projeto propõe trabalhar estas diferenças regionais, típicas de um Brasil multicultural. A Arte possibilita toda estas abordagens, pois muitos artistas brasileiros apresentaram estes temas que devem ser exploradas e valorizadas em sala de aula, conduzindo a construção de um sujeito critico ao seu meio e aberto as diferenças étnicas, culturais, entre outras.


OBJETIVO GERAL
Conhecer a variação estética da obra de Cândido Portinari desenvolvendo um olhar crítico social e compreender as possibilidades de expressões e de materiais que os artistas podem utilizar em sua Arte.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
·         Conhecer a biografia do artista.
·         Desenvolver o senso crítico.
·         Despertar a apreciação para a Arte partindo da pintura para outras vertentes.
·         Entender que cada ser humano tem estilo de expressão artística.
·         Valorizar e respeitar a nossa cultura artística.
·        Possibilitar a comparação do contexto histórico das telas com a realidade social contemporânea
·        Identificar as características das variações estéticas: natureza-morta, paisagem e figura humana.
·        Realizar releituras de algumas obras das três fases do artista (natureza-morta, paisagem e figura humana).
·        Perceber as brincadeiras e brinquedos destacados na pintura do artista com os da atualidade.
·        Classificar os temas propostos nas produções do artista tais como: brincadeiras infantis, paisagens rurais, cenas de retirantes, trabalhadores rurais, retratos, entre outros.
·        Perceber as cores trabalhadas, os temas repetidos e a intencionalidade do artista.
·        Elencar os problemas sociais atuais/antigos e os elementos culturais que são ou não percebidos atualmente.
·        Conhecer o artista nordestino Mestre Vitalino e como também retratava sua gente com esculturas de argila.
·        Valorizar as expressões artistas regionais em um país multicultural.
·        Entender que a variedade de  materiais utilizados pelos artistas não os tornam superiores ou inferiores, mas apenas diferentes possibilidades de trabalhos artísticos.


METODOLOGIA
Os procedimentos pedagógicos utilizados neste trabalho serão: leitura compartilhada, textos informativos, discussão, documentário, slides, telas de Cândido Portinari, produções individuais de releituras de algumas obras, socialização, entre outros.

ÁREA DO CONHECIMENTO   
           
  • Arte
  • História                                                          
  • Geografia
  • Língua Portuguesa
  • Matemática
  • Ética
  • Pluralidade cultural


DURAÇÃO: Previsão de três meses.

AVALIAÇÃO
 A avaliação deste projeto será processual e formativa, tendo como intuito a formação do homem nos aspectos estéticos, crítico-social, éticos, entre outros. Estes elementos serão trabalhados e avaliados de acordo com o envolvimento, interesse em ouvir e ler textos informativos, participação, questionamento, criatividade, assiduidade, a mudança de postura com respeito à ética aos trabalhos desenvolvidos pelos colegas de classe.

CULMINÂNCIA
Socialização dos trabalhos produzidos pelos alunos para a escola e familiares na sala de aula. Também serão apresentados slides como registro do processo deste projeto pedagógico.


ATIVIDADES PROGRAMADAS

 Documentário Imaginário Portinari. Discussão: biografia, cidade de Brodósqui, Museu Cândido Portinari, entrevistas, entre outros.

: Tela Auto-retrato de Portinari. Exposição e retomada do conteúdo sobre o que é um auto-retrato Aluno produzir seu auto-retrato a partir de um esboço de um rosto.

: Leitura e discussão a partir do texto informativo “Biografia de Cândido Portinari.”
Leitura compartilhada do livro Portinari para crianças.

: Exposição das Telas natureza-morta de Portinari como reconhecimento de sua primeira fase em seu trabalho artístico. Identificação das características de uma pintura com o tema Natureza-morta. Produção individual de uma natureza-morta a parir de objetos encontrados na sala de aula. Desenho e pintura com lápis de cor ou giz cera.

: Produção individual de uma das telas de Portinari com tema natureza-morta com tinta guache.

: Exposição das Telas Paisagem I, II, III e Brodósqui de Portinari destacando a segunda fase de suas obras. Releitura de uma das telas a gosto do aluno.

: Destacar a terceira fase de Portinari: Figura Humana. Exposição das telas: Retrato de Ruth H.M. Leão, Retrato de Maria e Retrato do Olegário Mariano. Aluno produzir o retrato de um colega. Um aluno como o artista e outro como modelo.

: Slides em Data-show das telas estudadas e introdução das que serão estudadas, as quais pertencem às séries: Cangaceiros, Meninos de Brodósqui e Os Retirantes. Também são incluídos temas tais como: Paisagem urbana, Paisagem rural, Brincadeiras e brinquedos. Nestes últimos aspectos abordar as semelhanças do antigo e atual na nossa sociedade.

: Retomada do contexto da infância de Portinari, do documentário Imaginário Portinari, sua viagem a Paris e a decisão de pintar “sua terra e sua gente”. Estudar a série Os Retirantes com as telas expostas. Contexto histórico das telas. Destaque da intensidade do sofrimento humano apresentado nas telas. Releitura de uma obra dessa série a critério do aluno com lápis de cor ou giz de cera. Socialização.

: Série Meninos de Brodósqui. Exposição de cinco telas da série. Análise dos aspectos sociais e culturais dos personagens. Releitura de um dos personagens do artista ou produção de um Menino de Maceió em um contexto atual com lápis de cor ou giz de cera. Socialização.


: Assistir novamente o Documentário Imaginário Portinari para retomar a essência da obra de Portinari. Discussão. Exposição de todas as telas trabalhadas no projeto. Início da releitura de um dos personagens de Portinari em escultura de argila. Socialização.

: Pintura com guache das esculturas produzidas. Socialização.

: exposiçao dos trabalhos com a comunidade escolar e a família.

Um comentário:

  1. Adorei sua proposta, muito coerente e bem estruturada. Parabens!!
    Ah é sempre bom definir o publico alvo.
    bjuss

    ResponderExcluir