sexta-feira, 6 de maio de 2011

Prática de Leitura e Escrita


Seqüência de atividades

Eixo: Linguagem Oral e Escrita
Tema: A magia das bruxas
Bloco de conteúdos: Prática de Leitura e Escrita
Grupo: Pré
Duração: 3 meses

Objetivos:
Ø     Atenção e compreensão de narrações, história e outras mensagens lidas por um adulto;
Ø     Diferenciação entre as formas escritas e outras formas de expressão gráfica (desenhos, por exemplo);
Ø     Valorização da utilidade da língua escrita por meio de comunicação, de informação e prazer;
Ø     Gosto e prazer por ouvir e olhar uma história que o adulto lê para a criança ou para um grupo de crianças;
Ø     Cuidado dos livros como valioso instrumento que tem interesse em si mesmo e desejo de manejá-los de forma autônoma;
Ø     Promover a capacidade de antecipação da história e de recapitulação da mesma;

Etapas previstas:
Ø     A professora conta para a classe sobre a seqüência que será lida durante este mês, coloca os livros no centro da roda e lê os títulos dos livros. O livro escolhido para o início da seqüência será “Quem tem medo de bruxas”. Após a leitura sem interrupção, pergunta quem tem medo de bruxas e pergunta se este medo é verdadeiro ou não, mediante ao texto lido;
Ø     Leitura do livro “Samanta gorducha vai ao baile das bruxas”, no texto Samanta recebe um convite que é descrito, após a leitura a professora solicita que tragam de casa diversos convites recebidos por eles de amigos ou parentes para leitura na próxima aula;
Ø     Reconto da história com a intervenção da professora, esta recupera partes esquecidas pelos alunos. Os diferentes modelos de convites são apresentados na roda e lidos pela professora. A proposta é a escrita coletiva na lousa do convite recebido pela Samanta para participar do baile das bruxas;
Ø     Leitura do livro Manual Pratico das bruxas, após, a professora propõe uma receita misturando, minhoca com areia, sangue de boi (tinta vermelha), pele de sapo (papel crepon verde) e asas de morcego (papel laminado). Registro da receita com escrita dos ingredientes;
Ø     A professora lê Branca de Neve, não traduz palavras difíceis e não interrompe a leitura, após é distribuída uma cópia da música que é cantada na história na qual esta os alunos conhecem de memória. Os alunos lêem a professora dita algumas palavras;
Ø     Leitura do livro “ Bruxa, bruxa venha a minha festa”. Listagem dos personagens convidados para a festa;
Ø     Leitura do livro “João e Maria”, reconto utilizando massinha, objetos e brinquedos dramatizando a história;
Ø     Leitura da história “A Bela Adormecida e reconto com o uso de fantoches de varetas;
Ø     As crianças ditam os títulos dos livros que foram lidos durante a seqüência, a professora é o escriba. A professora pergunta que coisas aparecem nos contos de bruxas? Como sabem que são contos de bruxas? A professora pede que desenham uma bruxa e escrevam a palavra bruxa;
Ø     Escrita coletiva de um conto de bruxas, onde a professora é o escriba;

Livros utilizados:
Ø     Quem tem medo de bruxas;
Ø     Manual Prático da bruxa;
Ø     Samanta gorducha vai ao baile das bruxas;
Ø     João e Maria;
Ø     A Bela Adormecida;
Ø     Branca de Neve e o Sete Anões;
Ø     Bruxa, bruxa venha a minha festa;

Avaliação:
Ø     As crianças desenvolveram o gosto pela leitura?
Ø     Participaram  e demostraram interesse ao recontar a história?
Ø     Obtiveram avanços e coordenação na leitura e escrita?



                               Seqüência de atividades

Eixo: Linguagem Oral e Escrita
Bloco de conteúdos: Leitura e escrita
Tema: Bilhetes, Cartas e Convites
Duração: 3 meses
Grupo: Pré

Objetivos:
Ø     Compreender por intermédio da leitura e produção escrita, a função social dos textos epistolares, em particular das cartas, bilhetes e convites;
Ø     Produzir bilhetes, convites e cartas com diferentes finalidades;

Conteúdos:
Produção de textos individuais e / ou coletivos ditados oralmente à professora ou escritos espontaneamente com diferentes fins;

Etapas previstas:
     1- Bilhetes:
Ø     Ler com as crianças, os bilhetes e comunicados que a escola tem produzido sob a forma de cartazes / impressos na agenda. Identificar com elas a finalidade de cada um, o destinatário visando, quem escreveu etc.
Ø     Solicitar que escrevam coletivamente, tendo a professora como escriba, bilhete solicitando algo para os pais: informação, material, etc.
Ø     Propor que escrevam bilhetes com avisos que serão afixados na sala e / ou escola, tais como: solicitando a limpeza da sala, a utilização correta do bebedouro, do cantinho da leitura etc, planejando com antecedência o locutor (quem avisa), o interlocutor (quem está avisado), o assunto (o quê), o local (onde) e a data (quando);
Ø     Pedir a escrita em duplas de um bilhete com escolha do interlocutor e para cumprir diferentes propósitos: lembrete, pedido, agradecimento, elogio, etc.

    


     2- Cartas:

Ø     Solicitar as crianças que tragam cartas que o correio entrega em suas casas. A professora, igualmente, trará cartas que tenha recebido (de familiares, de instituições, do comércio, etc).
Ø     Na roda analisar com as crianças observando seus elementos constitutivos, suas finalidades. Dividir as crianças em grupo, para que examinem os textos que trouxeram para verificar o que é parecido e o que é diferente entre eles (permanência ou ausência do remetente, destinatário, assunto, etc);
Ø     Dada uma carta incompleta, isto é, em que sejam ausentes: a data, local, a assinatura, etc, sugerir que as crianças identifiquem o que falta. Em seguida, solicitar que completem os elementos que faltam na carta.

    3- Convites:
Ø     Pedir que as crianças tragam convites de aniversário, casamento, etc, que sua família tenha recebido e que possam disponibilizar para o estudo da turma. Na roda, solicitar que observem: quem convida, quem é convidado, para quê, onde, quando?
Ø     Propor que escrevam “cartazes de convites” para o projeto de poesias e formatura;

Avaliação:
Ø     A criança compreendeu a função dos textos epistolares?
Ø     Os encaminhamentos proporcionaram avanços nas hipóteses de escrita?

Nenhum comentário:

Postar um comentário